Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
22/03/23 às 16h11 - Atualizado em 22/03/23 às 16h13

Pluralidade de religiões no DF

Se a palavra de ordem é fé, o Distrito Federal se destaca pelo pluralismo de suas manifestações religiosas.

 

Há espaço para o catolicismo, o protestantismo, o espiritismo, o islamismo, o budismo, o judaísmo e as religiões de matriz africana, entre outras.

 

Os católicos formam o maior grupo, com 1.455.134 praticantes; seguidos pelos evangélicos, com 690.982. A terceira posição é ocupada pelos espíritas, que somam 89.836, e contam, em Brasília, com a sede da Federação Espírita Brasileira, uma das principais instituições do Espiritismo no Brasil. Os dados são do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010.

 

O Templo Shin Budista Terra Pura, na entrequadra da 315/316 Sul; o Vale do Amanhecer, em Planaltina; o Templo da Boa Vontade, na 915 Sul; o Templo Seicho-No-Ie, na 404 Sul; a Mesquita do Centro Islâmico, na Asa Norte; e a Praça dos Orixás, na Prainha, são alguns dos santuários que reúnem os fiéis das religiões com menor representatividade em número de praticantes.

 

A presença desses espaços confirma a vocação da capital federal para a difusão da liberdade religiosa. A bandeira é defendida pela Secretaria da Família e da Juventude, que atua, por meio da Assessoria de Assuntos Religiosos, na defesa de políticas públicas de forma plural, assegurando o direito ao livre exercício de pensamento e culto religioso.